eddie a águia - cabine de imprensa

Fui convidado para uma Cabine de Imprensa para assistir ao filme Voando Alto, que só estreia no dia 31/03. A experiência foi muito legal e espero viver mais vezes isto. A crítica abaixo também pode ser lida no Estação Nerd.


Baseado em uma história real, Voando Alto conta a vida de Michael Edwards (Taron Egerton, Kingsman – Serviço Secreto), um garoto britânico que desde criança sonhava em competir nas Olimpíadas, mesmo sem ter um esporte que praticava. Após tentar diversas áreas, ele descobriu o salto de esqui e resolveu tê-lo como objetivo de aprendizado. Para alcançar o sonho de entrar nas Olimpíadas, Eddie teve que se mudar e passar a trabalhar em um pub para ter uma moradia e salário, e começou a treinar com um saltador aposentado muito famoso, Bronson Peary (Hugh Jackman, X-Men).


Apesar de ter um punho de filme incentivador, a história mostra-se bastante cativante e prende o espectador durante a jornada de Eddie. Toda a narrativa traz diversos tipos de ensinamentos, como por exemplo, “o importante é competir e se divertir”. O objetivo de Eddie The Eagle (Eddie A Águia) não era vencer as Olimpíadas. Só em conseguir entrar e fazer um salto, na cabeça dele, a vitória já seria certa.

As atuações de Taron Egerton e Hugh Jackman foram incríveis. Primeiramente pelo fato da semelhança entre os personagens retratados e os atores (durante os créditos passam fotografias reais dos momentos vividos). Além disso, o entrosamento entre eles foi perfeito.


Tecnicamente, a direção do filme não teve tanta expressividade, exceto em relação à fotografia. A história se passa de uma forma tranquila, sem muita ação. Nos momentos dos saltos, a fotografia ganha seu brilho. O posicionamento das câmeras e seu movimento dão às cenas um ar mais emocionante do que ela por si só quis passar.

Voando Alto: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário